Papo Materno

Segurança dentro de casa

Olá queridos leitores!

Por mais que tenhamos cuidado com os pequenos dentro de casa, acidentes domésticos acontecem. Você sabia que eles são a principal causa de morte de crianças de até 9 anos no Brasil? Basta um descuido, questão de segundos, e ele acontece! Posso dizer por experiência própria, pois já aconteceu comigo quando o Victinho era menorzinho. Estava trocando ele, me virei para pegar a pomada, ele virou e caiu. Foi questão de segundos mesmo e um susto daqueles! Felizmente não aconteceu nada com ele, mas a culpa me assombrou por bastante tempo.

E eu era uma mãe muito neurótica com a segurança do pequeno (não que eu tenha deixado de ser!), tanto que, quando o Victinho começou a engatinhar, todas as gavetas tinham travas, assim como as portas dos armários, a porta da cozinha e do banheiro estavam sempre fechadas e todas as tomadas tinham protetores. Ainda hoje, não deixo produtos de limpeza e medicamentos ao alcance dele, nunca deixo os cabos das panelas virados para fora do fogão, não deixo móveis perto das janelas… as crianças são muito curiosas e apresentam dificuldades em identificar as situações de perigo.

A boa notícia é que os acidentes domésticos podem ser prevenidos. Confira algumas dicas a seguir:

criança fogão

Queimaduras

Esses casos necessitam de atenção especial. Normalmente, a queimadura ocorre ao lado do fogão, quando crianças derrubam panelas e seu conteúdo sobre o corpo. Para evitar acidentes, não deixe o cabo de panelas voltado para fora do fogão e evite mexer no fogão com as crianças no colo. Conferir a temperatura da água na hora do banho também pode evitar queimaduras.

Intoxicação

Manter medicamentos e produtos de limpeza fora do alcance de crianças, devidamente rotulados e em suas embalagens originais.

Quedas

escada

Para quem mora em casa, com escadas, o ideal é colocar um portãozinho para evitar acidentes. Além disso, ter telas ou grades de proteção nas janelas e não deixar cadeiras, camas e bancos perto. Aqui em casa tive que mudar de lugar a mesinha de centro da sala por um tempo, pois o Victinho queria subir na mesinha para alcançar as prateleiras da estante.

Procure não guardar brinquedos nos armários. Conheço o caso de uma criança que estava escalando o guarda roupa para alcançar alguns brinquedos, o guarda roupa virou sobre a criança que acabou internada em estado grave.

Afogamentos

Para bebês e crianças pequenas, até baldes, banheiras e vasos sanitários podem oferecer riscos. Um adulto deve sempre supervisioná-las onde houver água, mesmo que os locais sejam rasos e as crianças saibam nadar. Em casas com piscinas o ideal é cerca-las para evitar o risco.

Brinquedos

Na hora de escolher os brinquedos, considerar a idade e o nível de habilidade da criança, seguindo as recomendações do fabricante e sempre opte por brinquedos com o selo do Inmetro. Fique atento a brinquedos que possam oferecer risco de engasgamento (peças pequenas para bebê e as crianças menores), de estrangulamento (correntes, tiras e cordas) e de corte (pontas, bordas afiadas).

Com crianças em casa, todo o cuidado é pouco!

Super beijo!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s