Papo de Especialista

Inverno longe de gripes e resfriados

bebe

Olá queridos leitores!

Com a chegada do inverno torna-se comum o agravamento de doenças alérgicas assim como o aparecimento de infecções respiratórias. Como uma maneira de nos proteger das baixas temperaturas da estação, fechamos portas e janelas e, com isso, o ar deixa de circular, facilitando a aglomeração de ácaros e fungos, bem como a proliferação de vírus e bactérias.

Além disso, a baixa umidade do ar resulta em ressecamento da mucosa que reveste o sistema respiratório, prejudicando a eliminação de secreções e, consequentemente, favorece o surgimento das infecções.

As infecções respiratórias são as doenças mais frequentes durante a infância, acometendo um número elevado de crianças, de todos os níveis socioeconômicos e por diversas vezes sendo, nas classes sociais mais pobres, importante causa de morte de crianças pequenas, principalmente menores de 1 ano de idade.

Confira, a seguir, as dicas da Otorrinolaringologista Maura Neves para prevenir gripes e resfriados.

A higienização nasal em crianças com idades entre zero e quatro anos é fundamental para evitar infecções respiratórias e crises de alergia. A atenção deve ser redobrada nos primeiros dois meses de vida, quando o bebê ainda respira exclusivamente pelo nariz. No inverno, com o clima mais seco e aumento dos agentes poluentes, os pais devem estar ainda mais atentos à saúde respiratória dos filhos, principalmente no que se refere à higienização e hidratação nasal.

O uso de soluções para a higienização nasal é recomendado como tratamento preventivo de doenças respiratórias e resfriados. Estudos comprovam que limpar as mucosas nasais reduz em até 40% os dias em que as pessoas sofrem de problemas respiratórios. Isso porque a região do nariz é uma importante porta de entrada para alérgenos, fungos, bactérias e poluentes, invasores que podem provocar alergias, infecções, resfriados e quadros que necessitam de internação e podem comprometer a qualidade de vida da criança. “A higienização nasal é muito importante para melhorar os sintomas da gripe e a qualidade de vida das crianças”, afirma a otorrinolaringologista Maura Neves, do Hospital Universitário da USP.

Essa preocupação deve ser ainda maior, especialmente para manter a saúde dos recém-nascidos, mais suscetíveis aos problemas relacionados às doenças respiratórias em períodos secos. A especialista cita ainda as tecnologias atuais que facilitam a vida dos pais na hora de higienizar o nariz dos filhos. “Hoje, temos a opção de spray nasal com um sistema de bolsa a vácuo que permite a aplicação em qualquer posição além de um bico anatômico, ideal para o tamanho reduzido da narina da criança”.

Higienização nasal infantil

  • Com a obstrução das narinas, a passagem do ar torna-se ruidosa e prejudica a respiração, amamentação e o sono;
  • Para os recém-nascidos e os bebês de até dois meses, o recomendável é fazer a higiene do nariz antes de cada mamada;
  • O cloreto de sódio 0,9% é a solução mais indicada para crianças, pois não causa ardência, queimação e irritação;
  • O mais indicado é que os pais optem por soluções livres de conservantes.
  • A higienização nasal não tem contra indicações e pode ser feita pelo menos duas vezes ao dia.

Por isso, a médica recomenda a limpeza do nariz diariamente principalmente quando o clima está mais seco. Segundo ela, a quantidade de dose diária ou de borrifadas da solução nasal varia de acordo com a necessidade de cada um. “Se a pessoa sente muito ressecamento e há formação de crostas, a limpeza e a umidificação deve ser feita sempre que o desconforto surgir. Pode até ser mais de uma vez ao dia”, orienta.

Minimizando os sintomas

Mudanças bruscas de temperatura facilitam a transmissão de gripes e resfriados. Isso ocorre pois o sistema de defesa respiratório tem que aquecer e filtrar um ar mais frio até que atinja a temperatura do nosso corpo. Por isso, Dra. Maura ensina algumas formas de prevenção. “Se considerarmos que o meio de transmissão envolve contato de com secreções de pessoas doentes, o simples ato de lavar as mãos é um ótimo meio de prevenção. O uso do álcool gel também ajuda a prevenir essa transmissão, mas ressalto que seu uso age de maneira complementar após a lavagem tradicional com água e sabão e não de maneira a substituí-la”.

Segundo a especialista, uma outra medida simples, porém muito eficaz e com comprovação científica, é realizar higienização, hidratação e lavagem nasal. “A lavagem nasal com solução fisiológica auxilia na remoção de agentes nocivos que são diariamente inalados e ficam presos dentro do nariz. Além disso, auxilia na respiração e ajuda na remoção de secreções que são produzidas no nariz. Com o nariz funcionando bem o sistema de defesa respiratório fica otimizado.

No caso de uma infecção se instalar, essas lavagens devem ser intensificadas, pois também já temos estudos científicos comprovando que a limpeza nasal reduz os sintomas e o tempo de duração da doença”.

Como o Victinho tem rinite, constantemente apresenta coriza e tosse por conta não só do tempo, mas da poluição que aumenta com a baixa umidade do ar. Por isso, sempre lavo as narinas dele com solução fisiológica. Quando a tosse e coriza aparecem, além de intensificar as lavagens, dou bastante líquido para que ele tome (maior quantidade do que costuma tomar). Se, apesar dessas medidas, a tosse persistir, inicio a inalação com soro fisiológico. Como o pequeno tem asma, invisto muito em prevenção aqui em casa. Muitas vezes a tosse melhora já no mesmo dia e logo todos os sintomas desaparessem.

Além disso, tenho cuidados especiais com a casa, intensificando a limpeza para evitar o acúmulo de pó que pode carregar uma série de microorganismos. Também, antes de varrer a casa, passo um pano úmido no chão, o que diminui significativamente o pó.

E não esqueça de manter sempre as janelas abertas para que o ar consiga circular.

Prevenção é o melhor caminho!

Grande beijo,

Bia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s